Grito Rock Cacoal 2012 e seus Apoiadores


Giliane Perin/ACPMC – Acontece neste sábado, 10, na Praça Municipal, a primeira edição do Grito Rock em Cacoal. Este evento é o maior Festival Integrado das Américas e propõe alternativas colaborativas e sustentáveis de produção e circulação de artistas, agentes e tecnologias.

De acordo com os organizadores, “Idealizado em 2002, em Cuiabá, o Festival Grito Rock possibilita a integração e micro-rotas, facilitando a circulação de agentes, produtores, artistas e bandas, fomentando as trocas de tecnologias sociais, intercâmbio e incentivando a produção e a formação profissional, em projetos voltados ao setor cultural”. Em Rondônia, o Festival também será realizado nas cidades de Vilhena, Ji-Paraná, Candeias do Jamari, Guajará Mirim e Porto Velho.
Em Cacoal, a organização do Grito Rock está a cargo do Coletivo Arcus, uma espécie de ramificação do Circuito Fora do Eixoque por sua vez é uma rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul no final de 2005. O Grito Rock conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Cacoal, através da Fundação Cultural, e do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Esportes e Cultura.
De acordo com a presidente do Coletivo Arcus, Videl Bruna Alencar, apesar do nome Grito Rock, o evento também oferecerá diversas apresentações culturais, como Hip Hop, exibição de curtas-metragens e exposição de artes plásticas, a partir das 18h. Já a parte musical terá início às 20h e fica por conta das bandas Cidadãos Anônimos (Cacoal), Di Marco (Ji-Paraná) e One Name (Rolim de Moura). Outras bandas ainda poderão confirmar presença até o dia do evento.
Para a Presidente da Fundação Cultural de Cacoal, Maria Lindomar, é gratificante ver jovens empenhados em realizar eventos como este, voltados para a valorização da cultura. “Mais uma vez a Prefeitura é parceira de um evento voltado para a discussão da cultura e, principalmente, que está sendo organizado por jovens de Cacoal e de Rondônia. Nós acreditamos neste projeto e assim como o Governo do Estado, estamos dando o nosso apoio”, enfatizou.

Coluna Fora do Eixo 364 – Cacoal

Com a necessidade de conectar e mobilizar agentes e parceiros do Fora do Eixo, surgiu à indigência de fazer a coluna. A coluna 364 irá visitar cada cidade e seus respectivos Coletivos para a pré – produção do Festival Grito Rock, com objetivo de maior organização e integração entre os coletivos atuantes na rede.

Em seis dias de viagem do dia 06 ao dia 12 de fevereiro, serão visitados quatro cidades de Rondônia, com a saída da Casa Fora do Eixo Rondônia, localizada em Porto Velho. Os gestores Rafael Altomar, Marcos Nobre Jr. e Neila Azevedo irão percorrer a rota, cursando um caminho aproximado a 1.400 km, passando em Ariquemes, Ji-Paraná (Coletivo Interior Alternativo), Cacoal (Coletivo Arcus) e Vilhena (Coletivo Ekatu).

Fonte:

Casa Fora do Eixo Rondonia

Diário de Bordo:

Hoje a coluna parou na cidade de Cacoal por volta das 17h, a gestora do Coletivo ARCUS “Videl” Bruna Alencar recebeu a equipe que havia antes parado na cidade de Jí-Paraná e os levou para a hospedagem solidária na casa do gestor “Rufus” Fernando Húngaro, onde parte de todo o grupo da cidade pode fazer uma prévia do que será as 20h, a reunião oficial.

Mais a noite a reunião macro iniciou por volta das 20:30h e contou de início com uma palestra sobre o que é a Rede Fora do Eixo e como os Coletivos estão inserido nisso, na frente o gestor do Coletivo CAOS Marcos Nobre juntamente com Rafael Altomar e Neila Colie, mostrando o imenso leque o que é Fora do Eixo através de vídeos, planilhas, número…

Mais para o fim as dúvidas foram sanadas da forma mais descontraída e seria ao mesmo tempo.

Resultado: Gestores contentes e mais firmes na idéia.

Amanhã, reunião com a responsável da Secretaria Cultural de Cacoal – Funccal com Maria Lindomar.

A luta não é fácil, mas não impossível quando a rede está entrelaça.